Bem vindo ao site das torcidas do Espirito santo, aqui você ficara por dentro de todas as noticias de seu time e da sua torcida, podendo sim conhecer todas as torcidas do estado

Noticias

 - Atualizado em 

Com golaço, Real Noroeste empata com Cachoeiro e leva bi da Copa ES

Após sair perdendo, time de Águia Branca tem força para reagir, garante título e vai representar o Estado na fase preliminar da Copa do Brasil 2014

_____________________________________________________________

 

A segunda partida da final da Copa Espírito Santo até que não foi tão bonita, mas uma linda jogada individual logo no primeiro minuto do segundo tempo fez valer o ingresso e deu a taça de campeão para o Real Noroeste. Com um lindo chute no ângulo direito, o meio-campo Edu fez o gol que garantiu o empate por 1 a 1 do time de Águia Branca contra o Cachoeiro, na partida de volta da decisão, no jogo disputado no estádio José Olímpio da Rocha, na tarde deste sábado. Como os merengues já haviam vencido o primeiro jogo por 2 a 1 no último final de semana, foi só fazer a festa (assista aos gols ao lado).

Além do título, que é o segundo da história do clube - venceu a Copa ES em 2011, o gol de Edu garante o Real Noroeste como o representante do Espírito Santo na fase preliminar da Copa do Brasil 2014. O time também está garantido na disputa pelo título da Copa dos Campeões, que reúne os vencedores da Copa ES e da Campeonato Capixaba, em um jogo único, previsto para acontecer uma semana antes do início do Capixabão 2014, que começa dia 18 de janeiro.

O bicampeonato da Copa ES confirma a ascensão meteórica do Real. Já na primeira competição profissional, em 2010, o clube fundado em 2008 chegou à final da Copa Espírito Santo, mas perdeu para o Vitória-ES. No 1º semestre de 2011, mais uma final e mais um vice-campeonato. Desta vez na Série B do Estadual, para o Botafogo de Jaguaré (hoje Conilon). Com duas derrotas em três finais, o primeiro título veio  na Copa Espírito Santo 201, contra a Desportiva.

Pelo lado do Cachoeiro, resta agora saber se o clube que neste ano voltou a atuar praticamente alugado por um empresário vai continuar seus trabalhos ou ficar parado como estava desde 2006.

Veja o ranking final de públicos da Copa ES

Cachoeiro sai na frente

A primeira chance dos donos da casa foi logo aos quatro minutos. Com uma boa cobrança de falta do lateral Pedrinho, o Real deu a entender que começaria pressionando. Mas a história não foi bem assim. Em um primeiro tempo com os dois times nem tão inspirados, o Cachoeiro foi melhor. Aos 36 minutos, a ligeira superioridade se transformou em gol.

Após um cruzamento do lateral William Simões, o atacante Rafael raspou de cabeça, a bola bateu no travessão, quicou dentro do gol e saiu. Antes da polêmica para saber se a bola entrou mesmo ou não começar, o assistente Fabiano Ramires correu para o meio do campo e confirmou o gol dos visitantes: 1 a 0 Cachoeiro. Antes do fim do primeiro tempo, aos 44, o Real ainda tentou reagir, colocou a bola no travessão com uma cabeçada do zagueiro Vinícius, mas não foi o bastante para chegar o empate. Fim de primeiro tempo e a vitória parcial do Cachoeiro encaminhava a partida para a disputa de pênaltis.

Real empata com gol relâmpago

Atacante Edu, do Real Noroeste, comemora o gol do título da Copa Espírito Santo 2013 (Foto: Bernardo Coutinho/A Gazeta)Atacante Edu (no centro) comemora o gol do título da Copa Espírito Santo (Foto: Bernardo Coutinho/A Gazeta)

Mal deu tempo do segundo tempo começar e o Real empatou a partida em grande estilo. Do bico esquerdo da grande área, o meia Edu bateu colocado, no ângulo esquerdo, sem chance para Fabrício e fez um golaço: 1 a 1. A virada quase veio três minutos depois, mas Edu chutou para fora a bola que sobrou livre para ele perto da meia-lua.

A resposta do Cachoeiro foi aos 16 minutos e lateral William Simões quase voltou a fazer a diferença com um cruzamento em cobrança de falta. Se no primeiro tempo o atacante Rafael cabeceou para o gol, desta vez a batida foi direta e a bola só não entrou no ângulo direito porque o goleiro Marcão fez linda defesa. Aos 25, o Real só não virou porque o atacante Vitinho, sozinho na área, chutou por cima do gol.

O jogo que parecia tranquilo esquentou aos 30 minutos. Em um lance isolado, o meio-campo Manú, do Real, deu um pontapé sem bola em Alan, do Cachoeiro, e foi expulso. Depois disso, o Real tratou de se fechar, não deu mais espaços para os visitantes e esperou o apito final para fazer a festa com sua torcida que compareceu em bom número ao estádio.

REAL NOROESTE 1 X 1 CACHOEIRO (IDA: 2 A 1)
Marcão; Edmar Chazinho, Estevão Toniato, Vinícius Leandro e Pedrinho; Wanderson, Manu e Robert; Edu (Andrey), Vitinho e Willy (Danilo). Fabrício; Edson (Thayrone), Nei, Marco Antônio e William Simões; Alan, Varela, Rhenan, Guará (Jhonatan Casquinha) e Bruno Alves (Silas); Joacy Rafael.
Técnico: Neemias Santos Técnico: Orlando da Hora
Copa Espírito Santo 2013 (Final - Jogo de volta)
Data: 28 de setembro (sábado). Hora: 15h (horário de Brasília). Local: José Olímpio da Rocha (Águia Branca, ES)
Devarly do Rosário (CBF) apita a partida, auxiliado por Fabiano Ramires (CBF) e Ramires Cândido (CBF).
Público: 2018 pagante. Renda: R$ 14.678,45
Gols: Rafael (CAC), aos 36 minutos do primeiro tempo. Edu (RNR), com um minuto do segundo tempo.